ARE YOU AN HIGHLY EFFECTIVE PERSON?

A minha amiga Sofia partilhou hoje este vídeo no nosso grupo de Facebook:

São os 7 hábitos de pessoas altamente eficazes/eficientes (by Stephen Covey).

Aconselho a ver o vídeo completo mas, resumindo, os 7 hábitos são:

  1. Be Proactive
  2. Begin with the end in mind
  3. Put first things first
  4. Think win-win
  5. Seek first to understand, then to be understood
  6. Synergize
  7. Sharpen the saw

Identifico-me mais com alguns dos tópicos do que com outros, mas fiquei a pensar especialmente no 4. Think win-win; especialmente na frase:

“For you to win, another person does not have to lose

A minha geração está a ser formatada para ser o mais competitiva possível, a acreditar que deve dar o melhor de si e destacar-se PORQUE não há lugares para todos (e não pela visão romântica de nos elevarmos ao nosso potencial máximo).

Estamos habituados e confortáveis a viver neste ambiente em que formalizamos tudo por mail e com conhecimento dos chefes dos outros e guardamos informação para usar em reunião para o caso de nos termos de defender. Isto com a maior naturalidade do mundo, perdendo-se o valor da palavra, a crença na bondade e boa vontade do outro e a confiança.

Noto isto e tenho consciência de que a minha realidade é uma pequena amostra do que existe e de que esta forma de trabalhar é simplesmente a forma “normal” e que não estamos conscientemente mal intencionados ao fazê-lo. Mas se pararmos um pouco para pensar, a verdade é que andamos todos a olhar para o nosso próprio umbigo e que se nos pudermos destacar das outras equipas ou de outros colegas, vamos agarrar a oportunidade sem hesitar. E mais! Os nossos adversários colegas vão compreender perfeitamente porque “há-que fazer pela vida”.

A frase que destaquei é forte e, na minha reflexão, pensei em muitas situações em que ninguém “perde” efetivamente mas que, de alguma forma, demonstram que trabalhamos na defensiva, sempre preparados para atacar se for para sairmos por cima ou provar que a culpa não foi nossa.

Já pensaram nisto? É assustador. E o pior é perceber que não o fazemos conscientemente, não sentimos que estamos a trabalhar assim, e que isto é simplesmente o sistema normal de trabalho. É “o natural”.

Se dá para mudar? Não, porque a verdade é que não há realmente lugar para todos e não vamos ser nós os lorpas 🙂

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s