A indefinição do feriado

Os feriados são dias estranhos. A menos que se aproveite o feriado para juntar ao fim-de-semana e se faça mesmo férias, o feriado é um dia de semana disfarçado de domingo em que eu não consigo interiorizar aquele sentimento de ronha a 100% mas ao mesmo tempo, sei que nunca será um dia produtivo por isso vivo-o numa indefinição que me traz algum stress.

FullSizeRender (5).jpg
Today’s Outfit

Por um lado, estou com imenso trabalho e, por isso, este dia útil faz-me falta para conseguir cumprir todas as tarefas a que me propus esta semana; Por outro lado, não consigo adiantar coisas que tenho por fazer porque um feriado não é um sábado, é um domingo e toca a todos. Por isso, está tudo fechado! Precisávamos de ir à lavandaria, ao sapateiro, ao banco, escolher tecidos para as cortinas – coisas que não dá jeito fazer à semana – mas não dá para adiantar na mesma!

Portanto, vivo o feriado a tentar relaxar, mas ao mesmo tempo com um stress latente de quem quer produzir e não consegue.

Ah e um factor crucial: como é feriado, tenho a minha filha para tomar conta 🙂 Estivemos no mimo, fomos dar um passeio até Serralves… Mas depois tive de vir para casa tratar de coisas que conseguia em casa para não sentir que foi um dia desperdiçado!

 

 

Anúncios

One thought on “A indefinição do feriado”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s