Compras online – Blhac.

Diz que os “Portugueses gastaram mais de 10 milhões de horas em ecommerce no último trimestre de 2017” (22% acima do registado no mesmo período, no ano passado) – segundo o Grupo Marktest.

Eu fui um deles.

Fazer compras ou, pelo menos, passear nas lojas é terapêutico para mim, é crucial para o meu equilíbrio; por isso, quando fiquei de “repouso absoluto” por tempo indeterminado, fiquei confinada às compras online.

Nunca fui muito fã do ecommerce. Por várias razões:

  • por um lado porque “passear” nas compras em formato online não tem a mínima graça – temos quase sempre de escolher categorias e, depois, ver os produtos 1 a 1, postos em meio corpo de modelo e não conseguimos sentir o toque nem usufruir da organização de tons ou estilos, ou mini-coleções que encontramos nas lojas físicas.
  • por outro lado, tenho sempre a impressão de que a oferta online é muito mais reduzida do que nas lojas físicas – embora também existam as gamas exclusivas online.
  • por último e, embora me envergonhasse um bocado, confesso que tinha algum medo de que alguma coisa corresse mal na entrega ou na cobrança. Sentia-me um bocado old school por ter esta resistência.

(para além do inconveniente da ter de estar em casa para receber a encomenda mas que tinha resolvido, mandando entregar no escritório).

Tive de me contentar com este tipo de compras, até porque a Luisinha não tinha nada para vestir no inverno e eu fiquei de cama no início de setembro! Já tinha feito algumas compras antes e, nem sempre, tinha corrido às mil maravilhas.

Fiz então algumas compras em marcas mais conhecidas e solidificadas, como também em pequenas marcas “de instagram”. Recebi produtos de Portugal e de fora do país e, até agora, só tive stresses !!! Afinal, a minha resistência não era tão parva assim. Tinha razão de ser.

  • Desde ficar dias e dias à espera de uma encomenda, até que a marca me informou que foi devolvido aos correios porque ninguém abriu a porta de casa – lá fui eu aos correios, levar com uma fila de 15 pessoas, para ter de ouvir que os CTTs passaram em minha casa, bateram à porta, eu não abri e não me deixaram nenhuma notificação – eu tenho a certeza absoluta de que estava em casa no dia e hora indicados. Para além de que, paguei 3€ de portes – por isso, fiquei muito irritada por ter de lá ir levantar o pacote.
  • Continuo à espera de uma encomenda que fiz e paguei em Maio no site Zaful e que nunca recebi. Já trocamos vários emails e ainda não percebi o que aconteceu.
  • Recebi uma notificação de que os CTTs estiveram em minha casa na 6ª feira a uma hora a que eu não estava. A indicação que me deixaram foi de que tenho 2 dias úteis para ligar a agendar nova entrega; já tentei ligar 3 vezes para os CTTs, deixei-lhes mensagem para me ligarem de volta quando puderem, segundo indicações do atendedor de chamadas, às 11:30. Até agora, não me ligaram de volta.
  • O Tó encomendou uns vinis há 2 semanas que só chegaram hoje. Vieram de Londres… Não da China.

(E as trocas? E as desilusões que temos quando confrontamos o produto real com a imagem do site?…)

Portanto, não estou feliz com estas experiências. Mas, mesmo que corresse tudo perfeito, há um factor que o ecommerce não consegue substituir às compras presenciais que é a compra imediata; o ter o produto logo na mão e poder leva-lo para casa. Por isso, duvido muito que o ecommerce venha mesmo substituir as compras tradicionais. Pelo menos para mim, não tem absolutamente nada a ver! Continuo a preferir mil vezes ir ao shopping e poder passear pelas lojas. Ou se tiver mais tempo, ir às lojas de rua que adoro ainda mais.

E sou muito muito reticente em comprar naqueles sites, habitualmente, asiáticos, em que temos de esperar 40 dias para receber as compras em casa ! Não entendo como é que alguém tem interesse em escolher e comprar hoje um produto e recebe-lo quando a estação já está a acabar :p Mesmo que não seja roupa ou acessórios. Quando recebemos as encomendas já nem nos lembramos que tínhamos feito aquelas compras! E com jeitinho, até já tínhamos mudado de casa!

Anúncios

Febre de fatos de banho

O que é que se passa para estarem a nascer (e reaparecer) marcas de fatos de banho como cogumelos?

É Nachos, é Naji, Favela do bikini, Flutua…

Depois do bebé nascer andei à procura de algum fato de banho ou bikini giro mas não cheguei a comprar porque queria experimentar e as marcas que andava a ver só estão em Lisboa. Cheguei a comentar que tinha pena que cá no Porto houvesse tão pouca oferta seja de bikinis ou roupas de bebé ou seja no que for.

E de repente nascem todas estas marcas do Porto! Fico mesmo contente com a iniciativa e coragem das pessoas por avançarem com estes projetos!

Agora… O difícil é escolher!

Queria arranjar um fato e banho para mim e para a Luisinha com o mesmo padrão! Soube de uma marca que tem fatos de banho para pais e filhos mas não consigo encontra-la e não me lembro do nome. Se alguém souber, diga-me!

CARA DELEVINGNE RETIRA-SE DAS PASSERELLES AOS 23 ANOS

A modelo britânica Cara Delevingne deu uma entrevista ao The Times onde disse que se ia retirar das passerelles.

article-2543139-1AD806A900000578-92_634x409

Todos conhecemos a top-model que já fez as mais variadas campanhas para as marcas de topo como Chanel e Burberry e marcas de fast-fashion como H&M e Mango.

A justificação que deu para deixar a runway foi “esqueci-me da jovem que sou, sentia-me velha” referindo-se ao ritmo alucinante das viagens e dizendo que se sentia sempre no limite.

Aproveitou ainda para criticar o assédio sexual que existe na indústria da moda e o mood machista que há em todas as produções que a fez posar em posições sugestivas desde muito nova.

Cara_Delevingne_Burberry_Lip_Velvet_Campaign-300x200Realmente lembro-me da Cara desde há imensos anos já e fiquei espantada por ainda ter 23 anos! Significa que já a vemos em mega produções desde cedíssimo e que eu não me fui apercebendo de que tenha ficado mais velha!

la-modella-mafia-Cara-Delevingne-x-Style.comPrint-SpringSummer-2013-photographed-by-Matt-Irwin-3

Aliás, associo-a sempre a ser uma miúda porque durante algum tempo foi a imagem da trafaluc – marca mais jovem da Zara, direcionada aos teens.

Não consigo acha-la uma mulher genericamente bonita porque quando olho para ela vejo feições bastante masculinas, os olhos um pouco salientes e um nariz não muito perfeitinho mas é indiscutível que tem uma beleza própria, imensa presença e revela uma confiança inquestionável.

É um ícone exactamente pela diferença e graça natural que vemos em todas as campanhas.

Cara-Delevingne-And-Kate-Moss-My-Burberry1

Se se vai retirar das passerelles… Nem vamos reparar porque vai continuar a estar por todo o lado e muitas vezes com a sua bff Kate Moss que, apesar de a sua beleza ser discutível, para mim é e será uma das mulheres mais bonitas do mundo!

unnamed

As modelos já têm trabalhado juntas, ficando cada vez mais associadas uma à outra.

Começaram por fazer juntas uma campanha da Burberry e atualmente são a cara de uma nova campanha da Mango (#somethingincommon).

Picture1

Follow me

insta

PARFOIS – UAU!

Tenho de falar do evento feito pela Parfois para apresentar a nova coleção – o PARFOIS Backstage – Behind the scenes of a global brand.

parfoisbackstage

A marca proporcionou uma experiência completa de backstage onde os convidados puderam, para além de conhecer a coleção que ainda não chegou às lojas, conhecer todo o processo de construção que a antecede.

pbs-sc

Acompanhámos este dia através das redes sociais e toda a gente ficou com vontade de lá estar!

Foram convidados os meios de comunicação social, bloggers e algumas modelos e foi tudo top!

Fico muito contente e orgulhosa por uma marca portuguesa estar a tomar esta dimensão e ter a ousadia e confiança de fazer tudo como qualquer outra marca conceituada faria.

Parabéns à equipa!

video_print

P.S.: Acho que encontrei uma nova frase inspiradora:

What is your dream and what are you doing about it today?

Follow me

insta

RALPH LAUREN VIP TREATMENT

 A Ralph Lauren está a preparar uma novidade em Milão – uma casa de luxo para receber convidados VIP!Rl_InteriorCasa

Quadrado branco

Está prevista para Setembro, a abertura de uma boutique de luxo que promete oferecer aos seus convidados (sim, porque esta loja servirá apenas convidados da marca), uma experiência Ralph Lauren completa.

RL_Detail

Pela casa estarão expostas as peças mais exclusivas da coleção e será dada a oportunidade aos clientes de fazerem peças à medida.

A marca receberá os seus very important guests com visitas marcadas para almoço ou cocktail no terraço ou no salão principal do Milan Palazzo (uma antiga mansão construída em 1941).

RL_Terraço

Follow me

insta

TRENDY PLACES, TRENDY TIPS

As marcas já nem sabem o que hão de inventar para alimentar o site/loja online.

Quase todas têm um blog e apresentam um pouco de tudo – lifestyle, notícias de moda ou música, publicam entrevistas com as mais diversas personalidades e cada uma procura desesperadamente conquistar/proteger o seu espaço numa luta desenfreada para ser a primeira a apresentar novidades!

Sites fashionPara além disto, quando uma marca lança alguma coisa nova, o mercado automaticamente assume essa inovação como um must-have para todas as outras marcas!

E nós recebemos tanta informação diariamente que nem conseguimos processar e vamos visitar as lojas online e damos por nós a pensar

“ok, já li a entrevista da fotografa, vi as sugestões de looks, já sei que esta blogger lançou um livro mas ONDE É QUE POSSO COMPRAR??”.

Mas no meio de tudo isto,

HOJE VI UMA NOVIDADE QUE ME PRENDEU.

A Massimo Dutti enviou para o meu email um guia de viagem das principais cidades de moda, na área Edits & Places.MD-CITIES

Nem preciso de referir a qualidade das imagens e do design com que a MD apresenta esta novidade;

venho destacar o conteúdo!

Para cada uma das cidades, a marca apresenta imensas sugestões para quem as vai visitar.

paris

No menu, representado por ícones, podemos escolher sugestões para quem viaja com crianças, sítios onde ficar, onde comer, onde fazer compras e monumentos para visitar!

Escusado será dizer que todas as sugestões são super trendy e cool e a forma como estão descritas e apresentadas faz com que me apeteça ir já lá!

Lisboa

Gostei e se viajar para um destes destinos vou ler com atenção todas as dicas.

Follow me

insta

UMA HISTÓRIA POR COLEÇÃO

Hoje as grandes marcas de moda fazem pequenos filmes – a que chamam Campanha – para promover a colecção de cada estação.

gisele

Não são filmes utilizados como anúncios publicitários. São histórias em que o guarda-roupa das personagens são os key-looks da coleção que está a ser apresentada.Quadrado branco

Estes filmes estão a ficar cada vez mais (incrivelmente) sofisticados e chegam até nós por email ou através de uma visita à loja online.MD

Vemos essencialmente dois tipos de histórias: a história de amor (num cenário deserto – ou na praia (seja coleção de verão ou inverno), ou num campo de flores, ou numa estrada interminável; ou a história de um grupo de amigos jovens que estão de viagem, habitualmente num pão de forma.

zara trf

Algumas marcas com um target mais maduro apostam em histórias passadas em iates, marinas ou num cenário noturno como um bar ou um hotel (ela a entrar no elevador num vestido preto justo e ele impecavelmente vestido trava a porta no último minuto… e acaba com uma frase sugestiva).

Massimo Dutti

Nestes filmes aparecem habitualmente os animais mais nobres – cães de caça, cavalos ou pássaros imponentes.

Quadrado branco

As Campanhas a que mais me colava eram as da Massimo Dutti pela qualidade da imagem – quase conseguia sentir aqueles tecidos, as peles dos modelos sempre tão perfeitas, os cabelos perfeitamente (des)alinhados.

MAS,

nesta coleção,

o que mais me prendeu foi o da STRADIVARIUS.

Print_Stradivarius

Curiosamente este video reúne todos os clichês possíveis:

– A história de amor –

– A estrada interminável –

– O pão de forma –

– Cenário de praia –

– História narrada –

– Os modelos a rodar abraçados –

MAS EU ADOREI.

Adorei o cenário, a música de fundo, o facto da história ser narrada e escrita, os modelos, a forma como diferentes cenários (interiores e exteriores) são conjugados e, o que mais gostei:

o facto de acabar com a mesma frase com que começa:

I want to runaway

I want to run away with you again.

Para além de ser romântico, libertador e nos transportar para um cenário idílico para o qual muitas vezes nos apetece fugir, consegue criar uma espécie de loop na história que nos faz querer ver outra vez… e outra vez!

E desta forma, (agora) aparentemente tão simples, a Stradivarius consegue contornar a maior “crítica” que eu tenho a este tipo de Campanhas.

Sempre segui atentamente estes filmes e nunca senti ficar a conhecer as colecções apenas com este elemento. Quando acabava o filme raramente me lembrava de mais do que uma peça que um dos modelos vestia.

E assim, por ter vontade de voltar a ver o vídeo várias vezes, já consigo falar um pouco da colecção SS15 desta marca.

Por isso, os meus parabéns à Stradivarius que, apesar de não ser das minhas marcar preferidas do Grupo Inditex, conseguiu captar a minha atenção, e fazer-me pensar sobre isto.

Já agora, e por sabermos quem marca o passo no mundo da moda, assumo que estou com medo das novas tendências de produção das Campanhas, a avaliar pela Campanha SS15 da Zara… O que é isto?… Bonecas de cordas? Marionetas? Pode ser muito fashion mas para mim (para já) é um pouco assustador.

zara marionetas